HORÁRIO DE ATENDIMENTO SEG À SEX:
DAS 9H ÀS 17H
Sindicato dos Bancários de Paranaguá

Dinheiro esquecido chega a quase R$ 8 bilhões no serviço de devolução do BC

02/04/2024
/
255 Visualizações

O total de dinheiro esquecido em instituições financeiras e bancos para ser resgatado pelos consumidores aumentou 31,6% em um ano, e chegou a quase R$ 8 bilhões. O SVR (Sistema de Valores a Receber), do Banco Central, atualizou nesta quinta-feira, 7 de março, o valor para devolução em R$ 7,9 bilhões. Em março do ano passado, quando começou a segunda etapa do programa, esse valor era de R$ 6 bilhões.

Já foram devolvidos R$ 5,9 bilhões, de um total de R$ 13,9 bilhões postos à disposição. A primeira etapa começou em março de 2022.

Segundo o Banco Central, o Sistema de Valores a Receber é aberto, e, por isso, novos valores podem ser incluídos mensalmente por instituições financeiras.

"A consulta e o pedido de resgate podem ser feitos a qualquer tempo. Reiteramos que os valores não resgatados permanecem guardados nas instituições financeiras. Não há previsão legal para qualquer outro direcionamento dos recursos", afirma o BC em nota.

Em relação ao número de beneficiários, 17,5 milhões de correntistas resgataram valores. Já o número de empresas beneficiadas chegou a 948.980. Só em janeiro deste ano, os pagamentos somaram R$ 243 milhões.

Segundo o Banco Central, 63,4% do público que tem dinheiro "esquecido" nos bancos pode recuperar valores de até R$ 10. Já 25,15% têm a receber entre R$ 10,01 e R$ 100, e 9,63% podem ter a devolução de R$ 100,01 a R$ 1.000. Em relação a valores acima de R$ 1.000,01, o percentual é de 1,75%.

Total de valores a receber por tipo de instituição (R$)
• Bancos – R$ 4,7 bilhões
• Administradora de consórcio – R$ 2,2 bilhões
• Cooperativas – R$ 760,6 milhões
• Instituições de pagamento – R$ 116,6 milhões
• Financeiras – R$ 109,6 milhões
• Corretoras e distribuidoras – R$ 9,6 milhões
• Outros – R$ 4,9 milhões

Beneficiários com valores a receber por tipo de instituição
• Bancos – 28,8 milhões
• Administradora de consórcio – 8,2 milhões
• Instituições de pagamento – 3,9 milhões
• Financeiras – 3,4 milhões
• Cooperativas – 3 milhões
• Corretoras e distribuidoras – 12,3 mil
• Outros – 1.934

Como recuperar os valores
Para consultar se tem valores a receber, basta acessar o sistema no site do Banco Central (www.bcb.gov.br/meubc/valores-a-receber) e preencher os campos com o CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).

O Banco Central alerta para os seguintes cuidados
• O único site para consultar e saber como solicitar a devolução dos valores, da empresa ou de pessoas falecidas, é o valoresareceber.bcb.gov.br.
• Todos os serviços do Valores a Receber são totalmente gratuitos. Não faça nenhum tipo de pagamento para ter acesso aos valores.
• O Banco Central não envia links nem entra em contato para tratar de valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais.
• Somente a instituição que aparece no Sistema de Valores a Receber é que pode contatar você, e ela nunca vai pedir sua senha.
• Não clique em links suspeitos enviados por email, SMS, WhatsApp ou Telegram.(Fonte: Portal Grande Ponto)

Notícias FEEB PR

COMPARTILHE

NOTÍCIAS RELACIONADAS