HORÁRIO DE ATENDIMENTO SEG À SEX:
DAS 9H ÀS 17H
Sindicato dos Bancários de Paranaguá

Banco do Brasil, diretores terão reajuste de 4,62%

29/04/2024
/
291 Visualizações

Percentual foi proposto pela União, depois que o BB sugeriu aumento de 56,7% para a sua presidente. (Por Marina Barbosa) - foto Paulinho Costa feebpr - 

A diretoria do Banco do Brasil terá um reajuste salarial de 4,62% neste ano. O percentual foi proposto pela União e aprovado pelos acionistas do banco em assembleia realizada na sexta-feira (26).

Com isso, foi rejeitada a proposta de reajuste enviada pela administração do banco, que previa um aumento de 56,7% para a presidente da instituição, Tarciana Medeiros.

O salário de Tarciana Medeiros deve, então, subir dos atuais R$ 74,97 mil para cerca de R$ 78,43 mil e não para os R$ 117,47 mil sugeridos pelo Banco do Brasil.

O que diz o BB

Ao propor o reajuste de 56,7%, o Banco do Brasil argumentou que o salário da sua diretoria não havia acompanhado o ritmo da inflação nos anos anteriores. Entre 2016 e 2022, por exemplo, a remuneração fixa dos diretores não mudou, segundo o banco.

"Entre 2008 e 2023, o percentual acumulado do IPCA foi de 134,1%, enquanto o reajuste acumulado para os cargos de estatutários foi de 81,3% no mesmo período. Há, portanto, uma defasagem de 52,8% entre o reajuste acumulado e a inflação medida para o período", argumentou o BB, na proposta submetida aos acionistas.

O banco destacou ainda que a proposta de reajuste foi definida pelo Corem, o Comitê de Pessoas, Remuneração e Elegibilidade do BB. "A Governança do BB garante que não exista qualquer tipo de conflito de interesses que envolvam a participação de qualquer membro da Diretoria Executiva do BB na definição de seus salários", afirmou.

Montante total
A União, no entanto, apresentou outra proposta de reajuste salarial, enquanto acionista controlador do Banco do Brasil. A proposta da União leva em conta apenas a variação dainflação de 2023(4,62%) e acabou recebendo mais votos na assembleia de sexta-feira (26).

A proposta da União, aprovada em assembleia, fixa em R$ 76,176 milhões o montante total que será destinado para a remuneração da diretoria do Banco do Brasil entre abril de 2024 e março de 2025. A proposta da administração do banco, por sua vez, previa a destinação de R$ 94,478 milhões para este fim.

Bancos
Apesar do aumento, o montante destinado para a remuneração dos administradores do Banco do Brasil é inferior ao observado em outros bancos do país.

O Itaú, por exemplo, aprovou a destinação de R$ 680 milhões para a remuneração dos seus administradores e diretores em assembleia de acionistas realizada na última terça-feira (23).

O Santander reservou até R$ 500 milhões para a remuneração anual dos seus administradores em assembleia realizada na sexta-feira (26). E o Bradesco fixou esse valor em R$ 413,1 milhões em março. (Fonte: Investidor 10)

Notícias FEEB PR

COMPARTILHE

NOTÍCIAS RELACIONADAS