HORÁRIO DE ATENDIMENTO SEG À SEX:
DAS 9H ÀS 17H
Sindicato dos Bancários de Paranaguá

Contec exige proposta global para as cláusulas econômicas

25/08/2022
/
638 Visualizações

Ontem, em reunião presencial em São Paulo, a Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação (CEBNN) da Contec negociou e negou a proposta da Fenaban relativa à Participação nos Lucros e Resultados (PLRF) dos bancários.

Na reunião, a representação dos bancos apresentou um cálculo diferente da inflação para medir a PLR. O índice equivale a 6,73%, porcentagem oferecida na proposta de reajuste sobre todos os limites da CCT vigente.

Para chegar a este resultado, a Fenaban reduziu 2,15% do INPC, que segundo eles representa a inflação dos alimentos e refeições, com a inflação em 8,88%.

“A Contec não aceitou esta proposta porque não garante aumento real aos trabalhadores, que é o que buscamos aqui. Esta proposta encaminhada pelos patronais é inferior à inflação, um absurdo.” comentou o presidente da CEBNN/Contec, Lourenço Prado, sobre a decisão de recusar a proposta patronal.

Após horas de negociações intensas, a Fenaban assegurou aos representantes da Comissão Contec, que os trabalhadores demitidos ou que pediram desligamento terão a PLR garantida, proporcional ao período trabalhado.

A Contec informou à Fenaban que exige debater uma proposta global e justa para as cláusulas econômicas. A PLR voltará a ser tratada em reunião nesta quinta-feira (25), às 13 horas, de forma presencial.

O Paraná está participando da Comissão de Negociação da Contec através do presidente da Federação (Feeb-PR), Gladir Basso, e do diretor da entidade, João Haroldo Ruiz Martins, além de Claudecir de Souza, Carlos Roberto Rodrigues e Israel Lobo Coelho, do Seeb-Maringá. (Fonte: Contec com Feeb-PR)

COMPARTILHE

NOTÍCIAS RELACIONADAS